Facebook - Que tal cuidar da sua privacidade

Facebook – Que tal cuidar da sua privacidade

Uma das indiscutíveis vantagens das redes e mídias sociais é a facilidade de compartilhamento de nossas opiniões, pensamentos e sentimentos. Isso tudo a partir de textos imagens e vídeos. No entanto é necessário que tomemos alguns cuidados com a nossa privacidade. Neste artigo vou falar um pouco sobre uma dica valiosa para realizar uma publicação na maior de todas as redes sociais, o Facebook.

As mídias e redes sociais podem ser classificadas, antagonicamente, de mocinhas e vilãs, no que diz respeito à privacidade. Digo “mocinhas” porque elas nos oferecem opções diferenciadas na hora de postar um comentário e que são, na maioria das vezes, ignoradas.
Cabe a cada um de nós fazer o possível para que nossa vida digital seja mantida tão privada e pessoal quanto gostaríamos que fosse. Ou seja, se você se preocupa com o que pode ou não ser de conhecimento de “todo o mundo” (mesmo), é melhor passar a prestar atenção em alguns dessas opções na hora de compartilhar algo.

Se você reparar com um pouco de atenção na tela de postagens da rede de Mark Zuckerberg, verá que existe uma caixa suspensa onde vem como padrão, a opção “Público”. Clicando sobre ela surgirão algumas outras opções que são “Amigos”, “Amigos exceto conhecidos”, “Somente eu”, “Personalizado”, “Melhores amigos”, etc..

Opções de privacidade na publicação no Facebook

Opções de privacidade na publicação no Facebook

Cada uma das opções leva o que você vai escrever na caixa “No que você está pensando” para um público definido. Na opção “Público”, todo mundo (mesmo) terá acesso ao que você publicou, seja um texto, uma foto, um vídeo ou um link. Na opção “Amigos”, somente as pessoas adicionadas como “amigos” terão acesso às informações sobre sua vida não tão privada assim. Já nas outras opções você pode restringir o acesso às informações publicadas e se resguardar, cuidando com mais carinho da sua privacidade e também sabendo exatamente para onde vão suas “palavras”.

Cada uma das opções é bastante específica no destino da informação que, após clicar em “Publicar”, você acaba de lançar aos “quatro ventos”. E aí caro leitor, é como dizem alguns: depois que sai da sua boca, as palavras não tem volta e no caso das redes sociais, principalmente, as palavras já foram em forma de texto e a coisa já se tornou pública com uma velocidade de impressionar. Como exemplo, basta procurar alguns casos recentes de pendengas de famosos no Facebook, Twitter, etc. Depois que uma afirmação, difamação ou ameaça são feitas, por exemplo, a coisa pode se tornar até mesmo caso de polícia.

Fica aqui então uma dica simples e rápida para quem utiliza essa quase que indispensável rede social. E na próxima publicação que efetuar ainda ficará a pergunta: em tempos de espionagem até mesmo de governos, será que atitudes simples assim vão nos resguardar totalmente? Isso eu não posso garantir, mas é melhor fazer a nossa parte do que deixar que a sorte direcione os rumos de nossa existência digital.

Ah sim, aproveitando a imagem acima e se ficou curioso, aproveite que o assunto é rede social e confira o Canal Geração de Valor. Você vai se surpreender a cada dia com a riqueza do conteúdo.

Quem leu esse artigo, também leu:

Pin It on Pinterest

Share This